Livro diário

"Livro diário" é o nome do livro que armazena os registros das movimentações de pagamentos, recebimentos, despesas, receitas, contas a receber, contas a pagar, direitos e obrigações da empresa, utilizando um padrão contábil previsto em lei.

Pense no diário de um adolescente. Este é o conceito. Mas, ao contrário daquele, o Livro diário da empresa deve refletir a realidade do negócio.

No ContadorX ele é gerado a partir das informações que o empresário registra no Sistema do ContadorX, impresso, assinado pelo contador e enviado por correio. O empresário deve então levar até a Junta Comercial e protocolar.

A necessidade do livro diário está prevista no § 2º do Art. 14 da Lei Complementar nº 123/2006, para a distribuição de lucros acima do percentual presumido, e também nos arts. 1180 e 1181 da Lei nº 10406/2002.

Art. 1.180. Além dos demais livros exigidos por lei, é indispensável o Diário, que pode ser substituído por fichas no caso de escrituração mecanizada ou eletrônica.

Parágrafo único. A adoção de fichas não dispensa o uso de livro apropriado para o lançamento do balanço patrimonial e do de resultado econômico.

Art. 1.181. Salvo disposição especial de lei, os livros obrigatórios e, se for o caso, as fichas, antes de postos em uso, devem ser autenticados no Registro Público de Empresas Mercantis.

arágrafo único. A autenticação não se fará sem que esteja inscrito o empresário, ou a sociedade empresária, que poderá fazer autenticar livros não obrigatórios.

 

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0