O que é pró-labore?

A importância de se retirar pró-labore

 

Os motivos para a importância do pró-labore são muitos, mas se eu pudesse resumir em uma resposta, seria: para não enganar sua empresa.

Quando os sócios não definem um pró-labore, a empresa é enganada pela “falta de custos” nos projetos em que eles participam, ou seja: se você trabalhou em um determinado projeto ou desempenhou qualquer papel dentro da empresa você também é um custo.

Ignorar este custo e retirar o dinheiro quando dá, causa uma bagunça danada nas contas, especialmente na hora de avaliar o quanto deve cobrar por seus produtos e serviços.

Lembre-se: se um sócio desempenha uma função dentro da empresa, seja administrando ou atuando nos projetos, ele deve considerar o valor do seu trabalho na hora de contabilizar os custos.

1. Definição

Pró-labore é o salário do empresário. As duas principais diferenças em relação ao salário são:

  • Você não precisa pagar FGTS
  • É você quem escolhe o valor e ele pode ser variável, porém o valor mínimo deve ser um salário mínimo vigente no país, devido as questões previdenciárias.

O cálculo do pró-labore deve ser feito pelo ContadorX, pois precisamos enviar informações ao governo que visam assegurar os benefícios para o sócio, e também para que os impostos devidos na pessoa física sejam calculados.

 

2. Benefícios ao empresário que registra o pró-labore 

  • Conta como tempo de aposentadoria
  • Auxílio-doença, quando receber atestado acima de 15 dias (valor do pró-labore, limitado a R$ 5.189,82)
  • Salário maternidade para gestante e adotante (valor do pró-labore, limitado a R$ 5.189,82)
  • Auxílio reclusão
  • Pensão por morte
  • Aposentadoria por invalidez

 

3. Como eu faço no ContadorX

Escreva para o e-mail atendimento@contadorx.com e diga uma destas duas opções:

  • Uma única vez, que você deseja ter um pró-labore fixo mensal no valor de R$ X,00;
  • ou então, escreva mensalmente, dizendo o valor que quer retirar de pró-labore.

 

4. Impostos sobre pró-labore

Regra geral, com exceção dos advogados, as empresas do Simples Nacional não pagam 20% de INSS sobre o pró-labore, assim como acontece nas empresas do Lucro Presumido ou Lucro Real. 

Porém, a pessoa física do sócio, ao receber o pró-labore, pode ter descontado o seguinte:

  • 11% de INSS sobre o pró-labore, limitado a R$ 570,88
  • 7,5% a 27,5% de Imposto de renda na fonte, quando o valor for acima de R$ 1903,99. Se quiser simular, clique aqui.

 

5. É obrigatório o pagamento do pró-labore?

5.1. Quando é obrigatório 

Mesmo que você não retire o pró-labore, para ter os benefícios do INSS você deve pagar pelo menos o valor mínimo da contribuição, que é calculada com base em um salário mínimo.

Há um consenso entre os contadores no sentido de que a empresa deve pagar pelo menos um salário ao sócio que trabalhe na empresa, bem como para o empresário individual.

No Brasil há muitas coisas que não fazem sentido. Uma delas é a existência de uma resolução do INSS que diz que a empresa é obrigada a pagar o pró-labore ao sócio que trabalha na empresa. É óbvio que muitas vezes o empresário fica meses sem ter esta retirada, mas...

Resumo da ópera: O pró-labore obrigatório é de no mínimo 1 salário para o sócio ou empresário que trabalha.

 

5.2. Quando não é obrigatório

Se a empresa tiver um sócio que é apenas investidor, ou seja, quando o sócio não trabalha na empresa, neste caso, não é obrigatório o pagamento do pró-labore.

 

6. Como o ContadorX ajuda você a pagar menos imposto neste caso?

Pagando pró-labores variáveis e transferindo a maior parte da retirada para o lucro.

Nós enviamos mensalmente ao seu e-mail o valor que você pode retirar em dinheiro da empresa sem pagar impostos, na forma de lucros.

 

 

Para não pagar imposto, existem algumas formalidades, mas nós cuidamos disso.

Não é mágica. O ContadorX usa a lei a seu favor. Clique aqui e veja como aproveitar a distribuição de lucros isentos.

 

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0